Follow:
Universidade & Estudos

Noite Negra, Comboio do Caloiro, Cortejo da Latada, Juramento e Batismo

Olá, boa gente!

Peço desculpa por ter feito esta publicação mais tarde que o que tinha dito. Eu vou falar das atividades da Semana da Academia a que fui, contudo, se houver vídeo da FAP (Federação Académica do Porto) daquelas a que não fui, eu publico aqui. Da serenata, que foi logo no primeiro dia, não vou falar porque comentei-a logo no dia, podem ler aqui — Serenata da Academia 2014.

Dia da Beneficência

O dia da Beneficência foi no dia 20, pela parte da tarde. Eu não fui, devido às aulas, mas aqui está o link do vídeo para vocês ^^

Noite Negra

A noite negra foi no dia 21, terça-feira, no Centro de Congresso de Matosinhos. Quando chegamos ainda não estavam muitas Casas (=faculdades) no recinto, mas com o passar do tempo mais faculdades chegaram e mais caloiros de casas que já lá estavam também. Nesse tempo, as pessoas cantavam, descansavam, comiam e bebiam água, pois o calor era imenso e aquilo ficava cada vez mais abafado.

Contrariamente à Serenata, a chamada das faculdades foi feita antes da apresentação dos sketches, não no fim. Um sketch consistia na apresentação duma “peça” preparada pelos caloiros duma determinada faculdade, e quando subiam ao palco diziam as saudações, faziam a peça, repetiam as saudações e saiam do palco. Durante este tempo as restantes faculdades que estavam a assistir podiam ou não estar a cantar músicas, era conforme os seus doutores quisessem, exceto quando estava mesmo na parte do teatro, aí toda a gente se calava. Bem, toda a gente menos o ISEP, claro. Desculpem migos que andam no ISEP, mas não posso com os vossos doutores mal educados nem com molho verde!

A noite negra foi basicamente isto, mas o problema é que se não tiveram lá a sentir aquilo tudo, vocês não compreendem apenas pela minha descrição quão awesome aquilo foi. Eu a-d-o-r-e-i a noite negra, adorei, adorei, adorei muito! Sentia-se uma energia de tal forma que era magnífico. Parece parvo, porque se lerem o que escrevi acima do evento em si, foi uma coisa mesmo sem sal, mas, juro, foi fantástico!

E claro, como não podia deixar de ser, o nosso sketch foi o melhor! Fora de coisas, não é por ser da minha faculdade, mas de todos que consegui ver (ou ouvir), foi o melhor.

Quem quiser ver o vídeo da FAP, aqui!

Cascus Paper

Triste, também não fui a este, tinha aulinhas e só conseguiria chegar quando no fim, mas pronto, fiquem lá com outro vídeo. Aqui!!

Rally das Tascas

Também não fui. O Rally foi no mesmo dia do Cascus (ou seja, dia 22, quarta-feira), só que há noite, não há vídeo para vocês! muahahah

Comboio do Caloiro

Sou triste e devo dizer que só cheguei a Braga, ou seja, ao comboio do caloiro, mesmo quando ele acabou. Traduzindo, o que eu fiz foi chegar, jantar e ir para a festa. Claro que não fui sozinha, foi um grupo inteiro. O que aconteceu foi que o pessoal de Ciências da Educação tinha uma aula mesmo importante a que se podia faltar, é verdade, no entanto, visto que tínhamos de fazer um relatório sobre o que aconteceu nessa mesma aula para entregar em menos de 48 horas aos professores, a maioria achou melhor ir à aula e mal acabasse ir a voar para a estação de comboios.

Passado um tempo depois de chegarmos, fomos para o… restaurante? Acho que aquilo não era um restaurante, mas sim uma cantina. Não se notava apenas pelo espaço, mas pela comida também, garanto! Depois do jantar fomos não sei para onde esperar por um autocarro que nos levasse ao sítio da festa. Sim, o comboio incluía festa no fim, como podem ver aqui no vídeo!

Não sei exatamente o que comentar da festa, foi como qualquer outra a que tenha ido. Tinha música com DJ’s, tinha barraquinhas com bebidas e é isso. A diferença entre esta festa e qualquer outra era mesmo por ter lá pessoas a parecer os estudantes de Hogwarts (para quem não percebeu estou a falar dos trajes académicos) e os caloiros das mesmas faculdades vestidos com as mesmas cores.

Tivemos de ir a pé do local da festa até à estação de comboio, não têm noção da diversão (e sim, estou a ser irónica), mas acredito que para os doutores foi pior, deviam estar cheios de calor. Já no metro éramos zumbies cantores, uma vez que estávamos todos cansados, cheios de sono e exaustos, mas vínhamos a cantar. Foi divertido! Confesso que ou a noite não me correu bem, ou a viagem de comboio para casa foi a melhor parte da noite. Jokes on me!

Cortejo da Latada, Juramento e Batismo

A ordem das atividades é como está no título, mas eu vou descrever noutra ordem. (Ó aqui o vídeo!)

Juramento: consistiu em estarmos não sei quanto tempo a repetir o que alguém dizia, tipo… um juramento.

Batismo: foi escolhido um caloiro de cada casa para ser batizado. Era o símbolo de cada faculdade a ser batizada. Eu estava mesmo em frente à fonte e não conseguia ver nada (e também não podia, por isso…), portanto foi deveras divertido…

Latada: NOW WE’RE TALKING!!!

A latada foi só a melhor cena de sempre!! Quer dizer, eu digo isto de todas as cenas que realmente gostei, mas o que importa é que realmente foi fenomenal! A latada consistiu em correr pelos clérigos abaixo e pela avenida dos aliados e quem ouvir isto dito assim pensa «mas como é que isso pode ter piada? Ainda por cima com o tempo desperdiçado a arranjar latas (tempo que eu não precisei de perder, obrigada Patrícia ♥) e pior, a pintá-las?». Sentimento inexplicável. Durante um curto tempo eu pensei o mesmo, principalmente quando tive que me por a furar as latas e a enfiar um fio por elas. Porém, diziam-me que o trabalho iria valer a pena. E valeu! Muito ou pouco tempo que tenha sido, correr por aquela rua abaixo cheia de latas a fazerem um tremendo barulho, com os meus colegas ao lado e os nossos doutores a rodear-nos… foi uma sensação que só consigo descrever como: perfeita!

Portanto, futuros caloiros do próximo ano: quando vos disserem que vão ter que arranjar x latas e pintá-las e ter que andar com elas nesse dia, não pensem sequer na possibilidade de faltar à latada por não terem arranjado as latas todas que os vossos doutores pediram, ou porque não tiveram tinta para pintar todas, ou simplesmente porque acham que vai dar muito trabalho. No, no, no!! Tal como uma doutora me disse, não se preocupem tanto com essas partes técnicas, preocupem-se em se divertirem. Acham que quê? Que vão ficar de castigo por terem menos 20 latas que o suposto? Eu tinha menos 10 e ninguém reparou! Acho que é por as latas estarem mal pintadas que vos vão expulsar da latada e vocês vão assistir do lado fora? Também não! Relaxem e aproveitem. Já agora, tentem-se lembrar disto para o ano, já que eu estou a dar os conselhos com um ano de antecedência só porque sim!

(…)

Só para dizer que:

  • de todas as atividades as que gostei mais foi a serenata e a latada.
  • se quiserem ver mais fotografias sobre a semana da academia, podem sempre procurar no facebook, ou no instagram (já reparei que tem imensas por lá!).
  • se vocês vão entrar na faculdade para o ano, apenas digo uma coisa: pensem porque é que cortei, propositadamente, o Avião do Caloiro da lista…
  • peço imeeeeeeensa desculpa pelo post tão grande, quero ir chorar ali ao canto!

Mais uma vez, desculpem pelo comprimento, mas espero que tenham gostado – isto quem chegou ao fim T_T

Até à próxima ♥

Comentários
Previous Post Next Post

♥ Vejam também ♥

2 Comments

  • Reply Mário

    Conta lá a cena do avião do caloiro, parece-me bastante mistico

    14 Outubro, 2016 at 22:04
  • Reply Nas Asas da Net de Avelino Rosa

    […] do Porto e eu quis aproveitá-la ao máximo, coisa que não fiz o ano passado como caloira, (como podem ver aqui!) porque não tive oportunidade de ir a algumas atividades. Este ano só não fui ao Cascuspaper […]

    25 Outubro, 2015 at 17:28
  • Leave a Reply