Follow:
Comportamento & Cotidiano, Projetos & Desafios

Ódio Gratuito

O tema deste mês, do projeto 16 on 16, é sobre o odio gratuito. Já pensei muito sobre este tema, e não foi para vir escrever sobre ele no blog. Pensei nisto bem antes de existir a possibilidade de entrar no projeto 16 on 16.

Hoje em dia vemos ou até mesmo somos sujeitos ao ódio dos outros sem estes terem motivos, verdadeiros motivos, para isso. Principalmente se estivermos a falar do ódio gratuito na internet.

Podemos ir ao Facebook, Instagram, Twitter, basicamente qualquer rede social de uma figura pública e encontramos imensos comentários negativos, onde a grande maioria não tem qualquer conteúdo para além de insultar a pessoa. Eu sigo imensos Youtubers e, por isso, tenho reparado nisso justamente com os youtubers “maiores”. O incrível é que as pessoas dão-se ao trabalho de ver não só um vídeo da pessoa, mas verem todos os vídeos daquele youtuber só para ir lá criticar e insultar. E muitas vezes nem vêem o vídeo, só vão mesmo deixar o seu lindo comentário insultuoso.

De forma alguma estou a dizer que ninguém pode discordar do que alguém está a dizer e, consequentemente, deixar um comentário com uma opinião diferente, nada disso. E nem estou a dizer que não podem desgostar de alguém se não a conhecem verdadeiramente, porque, digamos a verdade, há sempre alguém de quem não gostamos muito e nem temos vontade de conhecer melhor. Normalmente, quando não concordo, simplesmente nem ligo e sigo em frente, mas às vezes comento com a minha opinião. Porém, é apenas uma opinião, sem ofensas e sem tentar diminuir ninguém. E se não gosto da pessoal, ainda melhor, nem sequer vejo NADA que esteja ligado a essa pessoa, é como se nem existisse. Por exemplo, vamos ver o caso do Claúdio Ramos. O Claúdio tem um blog, eu por acaso só lá fui umas duas vezes, mas em todos os posts que vi tem pessoas a insultá-lo e nem sequer importa o que ele está a falar no post. Numa das publicações dele tinha um comentário que dizia mais ou menos assim: “como se este bichona soubesse alguma coisa”. Oi, amigo?! Peço desculpa, quando é que eu perdi a aula de biologia onde ensinaram que, segundo o seu DNA (ou ADN, não impliquem já comigo!) os homossexuais são desprovidos de inteligência e, não podem ter opinião?

E tudo que vemos na net são coisas destas. Mulheres que são insultadas de p***para cima só porque têm sucesso e, portanto, têm sim a possibilidade de andarem no ginásio, constantemente em viagens, com os melhores produtos de maquilhagem e roupas das melhores marcas e mais seja lá o que for. Se forem giras, então. Deus me livre, só conseguiram tudo que têm hoje porque são giras. É a lógica da sociedade. O sucesso é delas e a maioria das vezes é merecido. Mesmo que não seja, não sejamos o tipo de pessoas pequenas e invejosas que só desejam o mal aos outros por estarem numa melhor situação que nós. Pensemos neles como motivação para um dia estarmos nós também naquela situação, que tal?

Pior é saber que essas pessoas que são assim, o mais certo é saberem que estão a agir erradamente e na vida real nem sequer fazem isso – pelo menos, não na cara das pessoas – mas está tudo bem, afinal, estão na internet, na terra de ninguém, não tem problema em serem totalmente mal educados.

Eu nunca tive nenhum stress destes comigo, mas é tão chato estar constantemente a ver este tipo de situações, por isso, miguitos, mais amorzinho aqui “nas internets”, sim? <3

Até à próxima ♥

projeto-16-on-16-1-cenasdumaraparigacomplicada

Comentários
Previous Post Next Post

♥ Vejam também ♥

4 Comments

  • Reply Alice

    É tanto ódio dentro da internet, que as vezes tenho vontade de sair das redes sociais (se não fosse o vício, claro). É tão fácil digitar xingamentos, é tão fácil falar asneiras e magoar pessoas… Agora, difícil mesmo é arrancar sorrisos, espalhar elogios e coisas assim. Mas bem, o difícil ninguém quer né… :/

    Beijo!
    http://www.miopesanonimos.com/

    21 Março, 2016 at 12:03
    • Catarina
      Reply Catarina

      Sinceramente eu não acho, quem perde tempo a insultar, poderia perder o mesmo tempo a elogiar ou até perder esse tempo com algo de bom para a sua própria vida. Acho que ser simpático é tão fácil como ser arrogante, algumas pessoas é que não são sensíveis a esse ponto, infelizmente.

      Beijinhos ^-^

      28 Março, 2016 at 0:31
  • Reply Kevin Mariana

    Importantíssimo o ponto em que você tocou de que este este comportamento online é reflexo do comportamento da pessoa na vida real. As vezes o que vemos na internet parece muito distante e inofensivo, mas precisamos lembrar que por trás destas telas existem pessoas reais que disseminam este tipo de atitude e machucam os outros de verdade.

    17 Março, 2016 at 22:44
    • Catarina
      Reply Catarina

      Pois é, algumas pessoas são tóxicas e pronto, seja em pessoa ou virtualmente. E depois tem aquelas que usam a internet como forma de descarregar a sua frustação, apenas desejando o mal para os outros.

      28 Março, 2016 at 0:29

    Leave a Reply